AAN

Emagrecer costuma ser uma das metas mais populares de início de ano. Entre as estratégias, está a prática do jejum intermitente, famosa entre a população, mas que também vem sendo questionada por alguns estudos. Para estimular uma alimentação mais nutritiva e saudável, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), incentiva a população a adotar hábitos saudáveis e, principalmente, procurar a orientação de profissionais ao pensar em iniciar uma dieta. 

Antonio Cruz / ABr

De acordo com a nutricionista e referência técnica da SMS, Vanessa Barreto, estudos sobre o jejum intermitente sugerem alguns benefícios potenciais para a saúde, como perda de peso, melhoria da sensibilidade à insulina, redução do risco de doenças cardiovasculares e promoção da longevidade. 

“No entanto, é importante notar que os resultados podem variar entre os indivíduos, e mais pesquisas são necessárias para entender completamente os efeitos a longo prazo. É crucial abordar o jejum intermitente com precaução, especialmente para aqueles com condições médicas preexistentes. Assim, antes de iniciar qualquer forma de dieta, é aconselhável buscar a orientação de um profissional de saúde para garantir que seja seguro e adequado às necessidades individuais”, orienta Vanessa.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Conforme a nutricionista, uma alimentação que pode melhorar a saúde deve ter como base alimentos in natura e minimamente processados, ou seja, alimentos provenientes da natureza e que passem por mínimos processos industriais.

“O recomendado é priorizar alimentos naturais como frutas, verduras, legumes, hortaliças, grãos integrais, carnes magras, feijão, ovos e produtos desnatados. Ter um consumo regular de fontes de gorduras boas, também é imprescindível para a saúde, através de peixes, como sardinha e atum, sementes como chia e linhaça, além do azeite de oliva extra virgem”, complementa.

Nutricionista Vanessa Barreto|SMS

Fluxo de atendimento

Na rede municipal da Saúde de Aracaju, depois da marcação e da realização da consulta com o enfermeiro ou médico na Unidade de Saúde da Família (USFs), se o profissional de saúde identificar a necessidade de consulta com nutricionista, a orientação é que os pacientes sejam encaminhados, via agendamento eletrônico pelo sistema IDS Saúde, por meio de regulação da SMS, para o Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar Siqueira Campos).